Ouvindo Life in Cartoon Motion – Any Other World

Boa noite!

Estive bem ocupada com os estudos e confesso que batia até um desânimo na hora de postar no blog. Mas aqui estou eu de volta. Hoje vou comentar Any Other World.

89104_1213647545156_full
Essa música é bastante melancólica e eu não consigo não ouvir, não importa o quanto eu esteja buscando algo mais animado para ouvir, nunca passo para a próxima quando meu player está em modo aleatório. Eu me sinto tranquila quando a ouço… Ela me envolve calorosamente e ao mesmo tempo me dá uma sensação de que nada nesse mundo faz o menor sentido, e é como se por um momento eu fosse transportada para outro mundo, um mundo até então desconhecido, mas ao qual eu sempre soube que pertencia. É como se a nave mãe vinda de um planeta distante viesse me buscar, risos.
Any Other World tem uma dualidade interessante e ao mesmo tempo perturbadora, ora conforta, ora enche o coração de amargura. É praticamente inexplicável.  No final das contas, a cada momento que eu a ouço, tenho uma sensação diferente.
A parte instrumental é simplesmente maravilhosa, com uma combinação perfeita entre piano, violino e violoncelo.  Tudo isso combinado ao terno vocal de Mika, torna essa música intensamente emocionante e viciante.  Às vezes, faz arrepiar os pelos de minha nuca, outras vezes, enche meus olhos de lágrimas.
Para encerrar a postagem, gostaria de deixar o vídeo de uma versão ao vivo um tanto diferente. Mika canta acompanhado de um belo coral. Vale a pena assistir.
Espero que tenham apreciado.
Beijos e boa noite!

Ouvindo Life in Cartoon Motion – Big Girl (You Are Beautiful)

Boa noite!

Faz muito tempo que eu não posto nada por aqui, mas eu estou viva e não abandonei o blog! \o/ Continuando com os comentários sobre as canções de Live in Cartoon Motion, hoje vamos falar de Big Girl.

51cqmOfTN0L

Big Girl é o 4º single de Life in Cartoon Motion.  Mika compôs essa música em aproximadamente 15 minutos. Ele estava sem sono e resolveu assistir a um documentário onde foi exibida uma danceteria chamada The Butterfly Lounge, o primeiro lugar desse tipo, onde não era permitida a entrada de mulheres magras. Mika achou aquelas mulheres incríveis e decidiu escrever sobre elas. Ele adora exaltar tudo o que é diferente.

Eu preciso confessar que não me lembro se gostei dessa música desde a primeira vez que ouvi, mas adoro ela (mesmo eu sendo magrela). Ela é muito animada, dançante e praticamente impossível de não cantar junto enquanto se rebola loucamente.

Curiosidades:

Mika gravou uma versão dessa música para um comercial de televisão da série Ugly Betty, na qual a letra foi adaptado para “Hey Betty, you are beautiful”.

Em sua última turnê norte-americana, Mika convidou sua amiga, a dançarina burlesca, Dita Von Teese para uma participação especial em uma de suas apresentações. Na introdução de Big Girl, Dita recitava versos da música enquanto fazia um elegantíssimo número de strip-tease.  Ao final de sua performance, quando Dita estava usando somente uma lingerie preta chiquérrima, Mika se aproximou dela, ficou de joelhos e recolheu seu blazer do chão, entregando-o para ela. Dita então retribuiu o ato de cavalheirismo com um selinho e saiu de cena. Mika voltou para o piano e começou a cantar Big Girl modificando a letra da música para “Dita, you are beautiful”.

dita

Espero que tenham gostado da postagem de hoje.

Beijos.

Ouvindo Life in Cartoon Motion – Love Today

Boa noite!

Primeiramente, peço desculpas novamente pela ausência nos últimos dias. Estava em semana de provas na faculdade.  E pra animar essa noite de segunda-feira, nada melhor que Love Today.

0000372866_500

 

Love Today é, na minha opinião, a música mais marcante desse álbum. E não é a toa, já que a inspiração de Mika para escrever essa música foi sua primeira vez.

Mika afirmou durante entrevistas que compõe suas melhores músicas quando está apaixonado, e as piores quando está com o coração partido, ao contrário da maioria dos músicos. Isso fica muito evidente em Love Today, que é extasiante.

Eu diria que tanto a versão de estúdio quanto as inúmeras versões ao vivo dessa música são simplesmente geniais e incrivelmente bem trabalhadas em todos os aspectos.  Confesso que ela ainda não é minha preferida desse álbum, mas é sem dúvida simplesmente perfeita. Receio que nem tenha palavras para defini-la, o que de uma certa forma me deixa frustrada. Afinal, a postagem de hoje é dedicada inteiramente a ela e eu simplesmente não sei o que dizer.

Pensando na versão de estúdio e comparando-a com as demais músicas, Love Today é uma das que mais impressiona com os vocais. Aparentemente, Mika se permitiu um maior exagero nessa faixa.

Love Today é uma explosão de cores, de euforia e, claro, de amor! É apaixonante e, pensando bem, uma das poucas, senão a única do álbum cuja letra não tem aquele ar sombrio.

Beijos.

Ouvindo Life in Cartoon Motion – Grace Kelly

Boa noite!

Acho que eu estive sumida por duas semanas. Sentiram minha falta? Bem, hoje vamos de Grace Kelly.

mika-grace-kelly-2007-2

 

Eu acho que não há muito para dizer sobre essa música. Creio que graças a ela muita gente conhece o Mika. Eu sou uma dessas pessoas. Fico meio chateada por não ter tido vontade de conhecer mais sobre ele desde aquela época. Enfim, acredito que pra quem não conhece o Mika, a primeira coisa que se passa pela cabeça ao ouvir essa música é que esta fala sobre um amor não correspondido.  Mas, como vocês já devem saber, Grace Kelly é nada menos que um insulto à uma certa gravadora que queria que o Mika compusesse algo diferente, algo mais comercial “para ser colocado em sua prateleira”. E muita gente quebrou a cara tentando mudar o estilo de Mika e dizendo que ele não iria longe. Grace Kelly se tornou um grande sucesso.

Quando a música começou a bombar, praticamente todos os repórteres faziam a mesma pergunta nas coletivas de imprensa: “Por que você escreveu Grace Kelly?” “Você é obcecado por Grace Kelly?”.  Bem, na verdade, Grace Kelly representava um símbolo de perfeição para a avó de Mika, daí o título da canção.

Infelizmente, eu não consigo falar de Grace Kelly sem falar em Simon Phillip Cowell. Pois é, Simon foi um dos que rejeitaram Mika e, provavelmente, é seu maior desafeto. No documentário do DVD Life in Cartoon Motion, Mika comenta que uma revista escreveu uma página inteira sobre a guerra entre Mika e Simon dizendo que Mika escreveu Grace Kelly para o Simon. “Eu não escrevi Grace Kelly para ele. Eu jamais daria essa honra para ele!”, afirma Mika bastante aborrecido.

No mesmo documentário, Mika brinca com sua banda perguntando se um dia ele conseguirá fazer um show sem Grace Kelly na lista de execução. A resposta é unânime e quase instantânea: “Nunca!”. E não é que eles estavam certos? Me corrijam se eu estiver errada, mas até hoje isso não aconteceu . Quem sabe após o lançamento do 4º álbum isso não mude? Hum… Acho que não!

Beijos.

 

Ouvindo Life in Cartoon Motion – Lollipop

Boa noite!

Antecipei essa postagem para quinta-feira, pois minhas aulas voltaram e esse é o único dia da semana no qual chego mais cedo em casa.

Vou falar de uma música da qual eu não gostava e hoje é uma das minhas preferidas do CD: Lollipop. Creio que comecei a gostar dela após ouvir uma das versões ao vivo, pois confesso que nem sempre tenho paciência com a versão de estúdio, na qual Mika não explora muito seu vocal.  Além do mais, demorei um pouco para prestar atenção na letra. Houve uma certa birra, não gostei e ponto final. Algo que adoro em Lollipop é o fato de que Mika reinventa constantemente a versão ao vivo, tornando-a cada vez mais frenética.

lollipop

Mika compôs essa canção após receber uma carta de sua irmã caçula, Zuleika, na qual ela dizia que gostaria de ter relações sexuais. Mika não queria que ela se apressasse em ter sua primeira vez, pois os rapazes veem o sexo de forma diferente das garotas. Algo que chama atenção é o fato de que praticamente todas as músicas que tem adolescentes como público alvo, fazem alusão ao sexo incentivando os jovens a praticarem, e Lollipop é exatamente o contrário.

O contraste entre letra e melodia é muito divertido, pois não é o típico alegre com o sombrio e sim algo como infantil com malicioso.  Se você não prestar muita atenção, Lollipop soa incrivelmente infantil. É o tipo de música que faria sucesso em festas de aniversário de crianças pequenas. Por outro lado, o próprio nome da música é sugestivo e o refrão é ainda mais. Algumas pessoas podem dizer que eu quem estou sendo maliciosa ao fazer essa afirmação, afinal, a malícia está nos olhos de quem vê. Creio que é isso que torna a canção tão interessante. Há pessoas que nem sequer dão atenção à letra enquanto outras ficam boquiabertas com o refrão, pois logo percebem a metáfora. A parte ruim é que, para os mais desatentos, Lollipop parece só mais uma música maliciosa de mau gosto.  Mas apesar das palavras escolhidas, a mensagem é positiva. Talvez nem tão positiva assim, quem sabe não é só um discurso de irmão mais velho ciumento? De qualquer modo, é impossível negar que essa música é uma das mais divertidas de todas e me atrevo a dizer que a intenção era exatamente essa.

Boa noite!

Ouvindo Live in Cartoon Motion – Relax, Take it Easy

Boa noite!

Vou fazer algo um pouco diferente aqui no blog nos próximos dias. Ainda não decidi se farei diariamente ou semanalmente. Enfim, a ideia é comentar todas as músicas dos álbuns de estúdio do Mika. Começarei de Life in Cartoon Motion. Não pretendo seguir a ordem do CD, então começarei com Relax.

relax

Relax não é a minha música favorita no LICM, mas eu tenho muito carinho por ela por uma razão que talvez seja compartilhada pela maioria dos fãs de Mika: quando estou triste, não importa o motivo, essa música tem o poder de fazer com que eu me sinta melhor instantaneamente.

A música que tem elementos de  (I Just) Died in Your Arms de Nicholas Eede é muito interessante. Como tudo nesse álbum, a letra é bastante contrastante com a melodia. Se você reparar na primeira estrofe, verá que ela é altamente depressiva, forte. Chega a dar desespero.

“Took a ride to the end of the line 
Where no one ever goes. 
Ended up on a broken train with nobody I know 
But the pain and the longing’s the same. 
Where the dying 
Now I’m lost and I’m screaming for help.”

Quando estou depressiva, acabo me deparando com a situação na qual me encontro no momento em que ouço.  A melodia de início não contrasta muito, pois é um pouco fria. A música então vai evoluindo de maneira a ficar alegre e, dependendo do ponto de vista, até dançante.

A conclusão da letra com o refrão é bastante realista mas não tem nada mais sensato pra se ouvir quando se está nervoso com alguma coisa.

“Relax, take it easy 
For there is nothing that we can do
Relax, take it easy 
Blame it on me or blame that on you. “

E por fim, a estrofe mais reconfortante da música, que é o que te lembra que não importa o tamanho do seu problema, você nunca está sozinho.

“Relax 
There is an answer to the darkest times
It’s clear we don’t understand but the last thing on my mind 
Is to leave you. 
I believe that we’re in this together. 
Don’t scream – there are so many roads left”

Pra concluir, diria que essa música começa cinza, mas no final é multicolorida. Viajando um pouco, arrisco-me a compará-la aos filmes do Mágico de Oz.

Letra: http://www.vagalume.com.br/mika/relax-take-it-easy.html

Beijos.

Happy Ending – Tutorial de piano

Boa noite!

Hoje fiquei praticamente o dia todo brincando no Synthesia, um programa interessante pra quem quer aprender a tocar piano. Você pode treinar com as músicas que já estão no programa e adicionar novas músicas, desde que estejam no formato midi.

happyending
Eu, como não tenho a mínima noção de como tocar, por enquanto estou só brincando com o aplicativo e tentando aprender algo. Como já era de se esperar, estou muito longe de conseguir tocar alguma música do Mika.

De qualquer modo, subi no Youtube um tutorial de Happy Ending pra quem quiser se arriscar. Lembrando que não sou eu tocando, esse é o modo automático do Synthesia. Você pode encontrar outros tutoriais no Youtube, mas este foi editado para que somente o piano seja executado, para evitar aquela mistureba de instrumentos.

[youtube:”http://www.youtube.com/watch?v=pDFMzu_sOSY”%5D

Se você quiser obter o programa, pode baixá-lo gratuitamente em: http://www.synthesiagame.com/. Nele, você aprende a tocar piano como se fosse um jogo, no melhor estilo Rockband.

Espero que gostem!

Beijos.